"Pátria amada é uma pátria sem ideologia de gênero, sem aborto, e que respeita a propriedade privada"

Ler na área do assinante

Durante a edição do Jornal da Noite, o analista e comentarista político, José Carlos Sepúlveda, rebateu afirmações recentes do arcebispo de Aparecida.

Dom Orlando Brandes disse, durante a celebração da missa do dia 12 de outubro, em comemoração ao dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, que "para ser pátria amada, não pode ser pátria armada".

Uma frase de efeito típica de doutrinados e militantes.

Quer saber o desenrolar dessa história?

Acesse agora a 59ª Edição da Revista A Verdade!

Está imperdível!

Veja a capa da 59ª Edição:

Para ler, é fundamental que você leitor do Jornal da Cidade Online faça a sua assinatura.

Com isso estará atingindo dois objetivos:

- O acesso a um farto e qualificado conteúdo jornalístico.
- A decisiva colaboração para que o JCO continue se mantendo e sobrevivendo com absoluta independência.

Assine:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar