Justiça do Trabalho: o fiasco que alimenta as benesses de juízes togados (veja o vídeo)

A Justiça do Trabalho em 2015 recuperou R$ 8,5 bi para os trabalhadores, mas custou R$ 17 bi para os cofres públicos.


Impressionante a discrepância.

Uma fortuna paga pelos próprios trabalhadores.

Então, para que serve a Justiça do Trabalho?

É o questionamento, em eloquente discurso, do deputado Nelson Marchezan Júnior, na Comissão de Trabalho, de Administração e de Serviço Público da Câmara Federal.

O deputado ainda lembrou, com extrema indignação, que enquanto milhões de brasileiros padecem na miserabilidade, uma casta ganha salários absurdamente altos e ainda é contemplada com auxílio moradia, auxílio creche e uma série de vantagens incompatíveis com a realidade do país.

O vídeo abaixo apresenta a integra do discurso.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça