Opinião: Tudo muito lento

Para a crise atual existe uma saída.

O Brasil está em crise. A recessão está se agravando, com uma sucessão de demissões. Há uma saída possível de curto prazo, mas o Governo age lentamente, atacado pela síndrome das "políticas setoriais".

A saída está no mercado externo e a alternativa está na exportação de automóveis para outros mercados fora do Mercosul. 

Dada a conformação empresarial não se trata de exportações - no sentido comum - mas de transferências da produção de uma subsidiária a outra. Precisa ser acordado com as sedes das multinacionais.

O Governo sabe disso, mas não o promove por preconceito ou covardia. Ou seria por mera incompetência?

Jorge Hori

Jorge Hori

Articulista

Comentários