Sem medo de mais nada, Maurício Souza vem à público e solta o verbo (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O jogador de vôlei da seleção brasileira, Maurício Souza veio a público para explicar sua demissão do Minas Tênis Clube e isentar seus ex-empregadores dos fatos que levaram à saída.

“O Minas não teve culpa nenhuma nisso tudo e a culpa foi da turma da lacração em cima dos patrocinadores, que acabaram ameaçando tirar o patrocínio tanto do masculino quanto do feminino.
Meus diretores fizeram de tudo para me segurar, mas o time não aguentaria perder tantos patrocínios assim e aconteceu o que aconteceu. Mas eles foram homens de verdade, que eu respeito e admiro e não foi culpa deles”

Maurício passou a sofrer fortes ataques e a ser chamado de homofóbico, após ter emitido opinião em suas redes sociais, relacionado a um desenho em quadrinhos que abordava o tema LGBT:

"... É só um desenho, não é nada demais...Vai nessa que vai ver onde vamos parar.", escreveu o atleta.

Maurício não é o primeiro e nem será o último a ser “cancelado” pela “turma da lacração” esquerdopata.

Vale entretanto, uma análise, pois é realmente difícil crer que as empresas achem mesmo que vão perder consumidores ou espaço ao sofrer este tipo de pressão.

Ou há muitos infiltrados desta mesma turminha lacradora em seus quadros administrativos ou então é total falta de senso da realidade de nosso país.

Veja o vídeo:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do Jornal da Cidade Online.

Um ato de Censura Prévia. Um atentado a liberdade de expressão.

Uma decisão sem fundamento, sem qualquer intimação e sem o devido processo legal.

Precisamos da ajuda de todos os patriotas.

Faça a sua assinatura e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Cada colaboração é importante para que a verdade prevaleça!

Faça também a sua doação pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Contamos com você!

da Redação
Ler comentários e comentar