Há oito dias das Olimpíadas, Força Nacional precisa recrutar mais 3 mil homens. Que absurdo!

De repente, a Força Nacional percebeu que precisa de, pelo menos, mais 3 mil homens.


Nesta quinta-feira (28) iniciou um processo de cadastramento e seleção de policiais militares e bombeiros inativos de todo o país.

A intenção é cobrir um ‘buraco’ no sistema de segurança que somente agora foi percebido.

A empresa contratada para operar na segurança dos Jogos Olímpicos não oferece o serviço de revista magnética e de bolsas através do raio-X.

Diante disso, o governo teve que agir, na base da correria, para cobrir a lacuna deixada pela Artel Recursos Humanos, empresa que ganhou a licitação de 17,3 milhões de reais da Secretaria Extraordinária de Grandes Eventos (Sesge) para fazer o controle eletrônico das 49 instalações.

Esses 3 mil homens que serão recrutados nos próximos dias serão contratados com uma diária de 550 reais e ficarão alojados

Alojamento da Força Nacional
Alojamento da Força Nacional
nas mesmas condições dos agentes da Força Nacional. Uma renda extra de R$ 8.800, para todo o período olímpico.

A exigência para a imediata contratação é de que os policiais estejam na reserva há no máximo cinco anos e não sejam residentes no Rio de Janeiro.

Os policiais recrutados serão submetidos a um treinamento intensivo para aprender a operar o sistema.

Resta-nos rezar para que tudo dê certo!

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades