Executivos da Odebrecht começam a abrir a boca nesta sexta-feira

Após delongadas conversas, idas e vindas, inúmeras discussões, acertos e desacertos, finalmente os executivos da Odebrecht começam a depor oficialmente na Operação Lava Jato nesta sexta-feira (29).


As negociações para a efetivação do acordo apontaram mais de cem deputados, senadores, ex-governadores, governadores e ministros como beneficiários de propina da Construtora Odebrecht.

Políticos de inúmeros partidos e das mais diversas tendências ideológicas foram citados.

Hoje, quinze executivos irão depor. Agora é pra valer.

Dentro de mais alguns dias será a vez de Marcelo Odebrecht.

Aguarda-se revelações bombásticas que deverão atingir frontalmente a presidente afastada Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Nas negociações também foram citados o atuais governadores Luiz Fernando Pezão (PMDB) do Rio de Janeiro; Geraldo Alckmin (PSDB) de São Paulo; e Fernando Pimentel (PT) de Minas Gerais. Na lista também aparece o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB).

Sobre Cabral, sua situação é extremamente complicada, pois aparece em diversas situações de desvio de dinheiro público, não tem foro privilegiado e está com o seu amigo e parceiro Fernando Cavendish preso, pela Operação Saqueador.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça