Ex-mulher de assessor de Eduardo Paes revela espancamentos e ameaças do marido (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Bater em mulher parece ser prática corriqueira entre os assessores de Eduardo Paes.

O homem escolhido pelo próprio prefeito para ser o seu sucessor, Pedro Paulo de Carvalho, foi o primeiro a ter o caso revelado. Deu uma surra na esposa em 2010, no Rio de Janeiro. 

Quando descoberto, admitiu o fato mas justificou dizendo o seguinte:  

"É importante dizer que foi um episódio único na minha vida. Jamais tive qualquer atitude dessa com minha mulher, meus filhos. Não tenho uma atitude de violência antes e depois desse episódio".  

Era mentira. Além desta agressão de 2010, havia uma outra no ano de 2008. Um boletim de ocorrência, motivado por uma outra agressão do deputado contra a ex-mulher, foi lavrado numa delegacia em São Paulo.

O fato é que ambos os procedimentos ficaram parados. Provavelmente, o pretenso futuro prefeito do Rio de Janeiro, utilizou de sua influência para que não tivessem qualquer andamento.

Eis que um novo caso, envolvendo a violenta assessoria de Eduardo Paes se tornou público no final de 2015.

O valentão da vez é Bernardo Fellows,

que vem confirmar que a prática de atos de covardia, parece coisa rotineira na gestão de Eduardo Paes.

Esse bateu na mulher pelo mundo afora. Deu uma surra em Cancun, outra em Paris e ainda ameaçava a mulher, dizendo que nada iria acontecer com ele, ‘no mínimo iria pagar algumas cestas básicas’.

Viviane Fellows, dentista, bonita, não suportou a última agressão, no dia 29 de abril deste ano, em um restaurante em Ipanema, no Rio.

Já separada, jantava com um amigo, quando o brutamontes apareceu e, além de agredi-la, fez ameaças.

Veja o abaixo o vídeo do SBT.

da Redação

da Redação
Ler comentários e comentar