Decreto de Nicolas Maduro estabelece o ‘trabalho forçado’ e escancara ditadura

Diante da situação da Venezuela, o absoluto desabastecimento do país, a falta de produtos de primeira necessidade e a escassez de comida, contrastando com o indomável apego ao poder do presidente Nicolas Maduro, o governo começa a lançar mão de atos e decretos que refletem a pura insanidade e o pleno descontrole da situação.

Na quinta-feira (28), decreto publicado por Maduro, estabelece que funcionários do setor público e privado, em combate a escassez de alimentos, deverão durante um período de 60 dias trabalhar com agricultura nos campos do país.

O decreto draconiano, ainda estabelece que o prazo de 60 dias poderá ser estendido e que, mesmo trabalhando no campo, os funcionários, públicos e privados, deverão continuar recebendo os seus salários.

Em suma, sem maiores delongas, a ditadura está oficialmente estabelecida na Venezuela.

Um governo que há pouco tempo atrás recebia o incondicional apoio do Brasil e do PT.

da Redação

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Internacional