Marqueteiro desmente Dilma, diz que ela sabia de tudo e autorizou caixa dois

O PT não resistirá. Os dois líderes que restavam incólumes – Lula e Dilma – estão em situação deprimentes, envoltos em inúmeras denúncias e alvos de uma infindável série de acusações.


A presidente afastada, coitada, constantemente é obrigada a modificar o seu discurso.

Sobre o caixa dois, depois de inúmeras negativas, Dilma, após a confissão de João Santana e Mônica Moura de que haviam recebido pagamentos pela via ilícita, mudou novamente a sua retórica e afirmou:

Minha campanha não tem a menor responsabilidade sobre em que condições pagou-se dívida remanescente da campanha de 2010. (…) Ele (João Santana) tratou essa questão com a tesouraria do PT’.

Teremos agora que aguardar qual será a nova versão da presidente alojada no Palácio do Alvorada.

O marqueteiro, em sua proposta de delação premiada feita à Procuradoria-Geral da República, garante que Dilma Rousseff não só sabia da existência do caixa dois como aprovou as operações ilegais.

Segundo João Santana, Dilma conhecia detalhes do custo real da campanha e o valor que era declarado oficialmente.

E mais, o mais grave, João Santana afirma, com riqueza de detalhes, que uma parte dos recursos, oriundos de propinas avalizadas pela petista, foi usada até para pagar despesas pessoais da presidente.

A bomba será fulminante, dificilmente haverá sobreviventes.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Política