De volta à irrelevância, Randolfe colhe assinaturas para tentar instalar uma nova CPI

Ler na área do assinante

Com o término da malfadada CPI da Covid, o senador Randolfe Rodrigues busca desesperadamente uma maneira de voltar a aparecer.

Nesse sentido, ele afirmou, nesta terça-feira (9), que pretende apresentar requerimento de abertura de uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o presidente Jair Bolsonaro.

Desta vez, o foco investigativo se concentraria no pagamento das emendas parlamentares - apelidadas pela imprensa engajada de ‘emendas secretas’.

O parlamentar disse estar colhendo assinaturas de colegas senadores para concretizar a malvadeza.

São necessárias, pelo menos, 27 assinaturas para que o requerimento seja lido em plenário pelo presidente Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e o colegiado seja, então, instalado.

Na verdade o parlamentar do Amapá quer holofotes, pois com a frustração causada pela CPI da COVID, da qual foi vice-presidente, ele precisa de um novo palanque.

E, para tanto, Randolfe não se constrange, caso necessário, em colocar a mais importante casa parlamentar do país, no papel de ‘puxadinho do STF’.

da Redação
Ler comentários e comentar