Cancelada filiação de Bolsonaro ao PL

Ler na área do assinante

Em turnê pelo Oriente Médio, o presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo (14) que sua ida para o PL só estará confirmada quando ele assinar a ficha de filiação.

O presidente do partido, Valdemar Costa Neto, comunicou aos correligionários que a cerimônia para o ingresso de Bolsonaro, antes anunciada para 22 de novembro, foi adiada para data a ser definida.

“A gente não vai aceitar, por exemplo, em São Paulo, apoiar alguém do PSDB. Não tenho candidato em São Paulo ainda, talvez o Tarcísio (de Freitas) aceite esse desafio”, declarou.

Fontes ligadas ao PL e ao Planalto indicam que haverá uma tentativa de retomar o diálogo quando Bolsonaro retomar do Oriente Médio mas isso só acontecerá se o ‘dono do partido’, ex-deputado Valdemar Costa Neto, ceder o diretório de SP para o Deputado Eduardo Bolsonaro, algo que Valdemar não concorda nesse momento. O senador Flavio Bolsonaro lembrou que o PL soltou um comunicado onde ele autoriza diretório de alguns estados a coligar com partidos de esquerda, inclusive o PT.

A verdade é que quem conhece Valdemar Costa Neto e seu histórico, achava improvável esse acordo com um ‘linha-dura’ como Bolsonaro.

O presidente ainda tem cartas na manga. O PTB, o Patriota e o PP – o problema é que no PP a situação seria quase igual a do PL.

da Redação

Notícias relacionadas

Ler comentários e comentar