Ministra Carmen Lúcia pronta para assumir o STF e mudar postura da Corte

Finalmente chega ao fim no início do próximo mês (dia 10 de setembro), o mandato do ministro Ricardo Lewandowiski na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF).


O atual presidente sai após provocar, possivelmente, a maior insegurança jurídica já vista na história do Brasil, com medidas absurdas, algumas em confronto com o entendimento já manifestado pelo plenário da casa.

Em seu lugar, pela segunda vez uma mulher assumirá o cargo mais elevado do Poder Judiciário brasileiro.

Entra a mineira Carmen Lúcia Antunes Rocha, 62 anos de idade, ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral, atual vice-presidente do STF. Antes dela, Ellen Gracie, no período de 2006 a 2008 havia presidido a Corte.

De Carmen Lúcia, os brasileiros do bem esperam coerência com o que já disse.

Assim sendo, apoio incondicional à Operação Lava Jato e combate intenso à corrupção.

Em declaração de março de 2016, a ministra foi contundente ao dizer que a Operação Lava jato tem respeitado ‘rigorosamente’ a Constituição e as leis.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça