“Menores vítimas da sociedade” promovem quebra-quebra em centro socioeducativo de Fortaleza (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O texto reproduzido abaixo, na íntegra e sem qualquer mudança sobre o original, foi postado no site do boatos.org e narra um fato devidamente checado e com informações precisas, segundo eles, sobre um vídeo que circula nas redes, mostrando jovens (aparentemente menores de idade) quebrando alguns itens em uma sala, ou seria cela (com grades), em um centro socioeducativo. No conteúdo que circula nas redes, há a informação falsa de que o fato ocorre na Fundação Casa, a antiga Febem, em São Paulo, mas o boatos.org corrigiu e conta onde a gravação foi realizada. Por isso, fazemos questão de repassar ao nosso leitor:

“A história que diz que menores da Fundação Casa quebraram uma TV de 55 polegadas, após a instituição receber o aparelho é falsa! Ao procurar por mais informações sobre o vídeo, descobrimos que ele foi gravado no Brasil. Entretanto, a situação não ocorreu na Fundação Casa. O caso aconteceu em uma sala de aula, no Centro Socioeducativo Patativa do Assaré, em Fortaleza (CE). Além disso, de acordo com a Seas, responsável pela instituição, o caso foi classificado como Evento Simples em decorrência de uma crise. Como é possível ver, o caso ocorreu por uma questão e o quebra-quebra não foi pelo simples prazer da destruição. Ou seja, a história não passa de balela.

Agora, sim, vamos analisar a história.

Primeiro informamos, para registro, que a sigla Seas significa Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo.

Quanto às cenas de selvageria, estas não são “balela”, e ocorreram, ainda que em Fortaleza. Foram gravadas no dia 8 de novembro (informação do site checador). Os jovens, que parecem bem alimentados, limpos e em um ambiente que lembra uma sala de aula, provavelmente estariam ali para aprender alguma coisa – talvez uma das muitas tentativas de reeducação.

Mas o fato, ainda que tenha ocorrido “por uma questão e não pelo simples prazer de destruição”, como destaca o site checador, jamais isentaria ou justificaria qualquer depredação de patrimônio público. Além da TV, foram quebradas cadeiras e também um ventilador.

Alguns dos que estavam promovendo as cenas, talvez estejam ali só porque “pegaram um celular”, como disse outro dia um ex-presidente e ex-presidiário.

De qualquer forma fica registrada “a revolta dos que são apenas vítimas da sociedade”, e tudo com informação precisa, pra ter certeza de que não estamos fazendo fake news!

Assista e tire suas conclusões:

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas (Todos com FRETE GRÁTIS).

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.realiser.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar