Cala a boca Casão, fulmina filho de Galvão Bueno para o comentarista Walter Casagrande

Ler na área do assinante

Ninguém aguenta mais o proselitismo do ex-jogador Walter Casagrande. Desta vez foi Cacá Bueno, filho de Galvão Bueno, que criticou os insistentes comentários sobre política de Casagrande, comentarista do Grupo Globo, durante transmissões esportivas.

O piloto apontou que o ex-jogador deve falar sobre o assunto que ele domina, o futebol.

O pentacampeão da StockCar vocalizou o que milhões de assinantes pensam:

"Quando eu sento pra ver futebol, eu quero esquecer do planeta e ver futebol. Aí falam: 'você tá alienado'. Não, eu também tenho meu momento de falar de outras coisas, mas não é esse. Eu paguei minha assinatura da TV a cabo para ver futebol e opinião de futebol. Quando tem mais comentários de política do que de futebol, não me agrada", Cacá, involuntariamente ‘aposenta’ o comentarista ao dizer que "Casão foi um baita comentarista mas agora se perde" ao abordar discussões relacionadas a comportamento e política”.

Lacrador, Casagrande nem cogita mudança – ainda nesse domingo apareceu ao vivo no programa Esporte Espetacular com uma camiseta com estampa sobre racismo.

O assunto era a derrota do Palmeiras para o Fortaleza !?! Alucinado pelo ódio ao presidente Bolsonaro (democraticamente eleito) chegou a responsabilizar o presidente pela invasão da torcida do Grêmio ao gramado na derrota contra o Palmeiras. Se você não entendeu a relação entre um fato e outro, fique tranquilo, ninguém entendeu...

Cala Boca Casão!

É o que resta dizer.

da Redação
Ler comentários e comentar