Violência em Câmara Municipal de cidade do interior de MS é desrespeito à sociedade (veja o vídeo)

Os fatos aconteceram no recinto da Câmara Municipal de Rio Negro, pequeno município a 144 quilômetros da Capital, Campo Grande.


O filho do prefeito, Pedro Paulo Romano, que é médico na cidade, insatisfeito com as críticas que vereadores vem fazendo à administração do pai, resolveu ir pessoalmente tirar satisfações.

No momento da chegada do valentão, usava a tribuna o vereador Hélio Rezende.

Pedro não gostou do discurso e passou a ofender o vereador, relembrando o caso em que seu pai, o prefeito Gilson Romano, fugiu com a mulher de Hélio, na época líder do governo na Câmara (veja aqui).

Nesse momento, em função da agressão verbal desferida por Pedro, o ex-presidente da Câmara, Evaldo Paes Silva, o chamou de ‘babaca’, fato que culminou com agressões físicas recíprocas e demonstra a fraqueza dos legislativos da cidades brasileiras, além do despreparo de um médico, que ao invés de de estar atendendo num posto de saúde, foi atrás de briga por questões políticas do pai. 

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Foco MS