Bolsonaro explica como a oposição tenta inviabilizar auxílio de R$ 400 reais para a população carente (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

A decisão do Supremo Tribunal Federal pelo pagamento de quase R$ 100 bilhões de reais em precatórios pode fazer parte de uma ação coordenada e alinhada pelos partidos de oposição para tentar inviabilizar o governo Bolsonaro politicamente, às vésperas de uma eleição.

Essa é a conclusão, após ouvir a resposta do presidente da República em questionamento feito pelo jornalista Luis Ernesto Lacombe, durante entrevista exclusiva levada ao ar na Rede TV, nesta quinta-feira (25).

Para Jair Bolsonaro, obrigar o pagamento da dívida (que já se arrastava há décadas), justamente neste momento de sua gestão à frente do Palácio do Planalto, é o único empecilho para que seja possível aumentar o valor do antigo Bolsa Família, ainda em R$ 192,00, para os R$ 400,00 do novo Auxílio Brasil, cuja previsão é beneficiar até 20 milhões de brasileiros.

A expectativa para mudar o cenário está na aprovação da PEC dos Precatórios, a proposta de emenda constitucional que empurra e parcela os pagamentos para datas futuras, liberando espaço no orçamento para atender a população carente, que aguarda ansiosa pela ajuda financeira.

A PEC foi aprovada na Câmara e aguarda análise no Senado Federal.

“O senhor acha que estes precatórios todos, neste volume, que chega a mais de 90 bilhões, foi proposital, acha que eles anteciparam sentenças para o governo tivesse esse mundo de dinheiro para pagar”?, perguntou Lacombe.
“Seria ingênuo dizer que não e tá na cara que foi para inviabilizar. Agora estamos buscando alternativas e contamos o apoio de ministros do Supremo, com o apoio do Tribunal de Contas da União. Tá lá no Senado, espero que seja aprovado”, disse Bolsonaro
“A grande mídia, aquela parte que está o tempo todo batendo em mim, faz um estardalhaço com pessoas pegando ossos no caminhão, e realmente é uma cena triste, mas quando quero aumentar dentro do teto e com responsabilidade, essa grande mídia me acusa de querer fazer demagogia e um plano eleitoreiro. Olha, quem ganha 192 por mês e passa para 400, é um alento. Não é um plano eleitoreiro, mas para não deixar morrer de fome”, completou o presidente.

Ninguém mais precisa dizer o que todos já sabem, pois foi o próprio Zé Dirceu que avisou: A esquerda quer tomar o poder, o que é diferente de ganhar uma eleição.

E, para tanto, utiliza-se de todos os meios e ‘parceiros poderosos’, ainda que o lado fraco, o povo, continue sofrendo. O culpado, claro, será sempre Bolsonaro!

Veja o vídeo:

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas (Todos com FRETE GRÁTIS).

Ajude-nos!

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Compre no Shopping Conservador: https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar