Assessor de Marcos Feliciano é preso, acusado de sequestro de jovem que denunciou estupro

O chefe de gabinete do deputado Marcos Feliciano foi preso preventivamente nesta sexta-feira (5).


Talmo Bauer é acusado de sequestro de uma jovem de 22 anos que acusa o parlamentar de estupro, assédio sexual e agressão.

‘Ele tentou levantar meu vestido e tirar minha blusa. Como eu não deixei, ele me deu um soco na boca e um chute na perna’, relatou Patrícia Lelis, em depoimento prestado à Polícia Civil de São Paulo na quinta-feira (4). 

Patrícia buscou socorro junto ao PSC, partido em que milita. A resposta do pastor Everaldo, presidente do PSC e ex-candidato a presidente da República, segundo relato da vítima, foi a tentativa de suborná-la para que permanecesse calada, além de tê-la ameaçado de morte.

Na sequência, procurada por Talmo Bauer, foi vítima de sequestro, quando este a forçou gravar dois vídeos em que negava as agressões e rasgava elogios a Feliciano.

A investigação será encaminhada para Brasília porque Feliciano tem foro privilegiado.

O caso é extremamente delicado e complicado.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades