Secretário do RN é taxativo sobre queima de colchões em motim: ‘Vão dormir no chão’

O Secretário de Justiça do Rio Grande do Norte, tem demonstrado firmeza na briga que iniciou com a bandidagem.

Após coibir o uso de aparelhos celulares nos presídios do estado, vem sofrendo uma série de retaliações da facção criminosa denominada ‘Sindicato do Crime’.

Ônibus e veículos foram incendiados na capital Natal e em cidades do interior. Prédios públicos e privados foram depredados. Já foram detectados mais de 80 ataques em 27 cidades (veja aqui). 

Para o enfrentamento, o Governo Federal acaba de enviar tropas das Forças Armadas.

Na quarta-feira (3), numa rebelião no Presídio Estadual de Parnamirim (PEP), a bandidagem colocou fogo em colchões, durante a realização de um motim. 

‘Irão dormir no chão’, é a decisão do secretário de Justiça, Delegado Walber Virgolino.

‘Nós vamos puni-los severamente. Por exemplo, agora nós vamos suspender as visitas na unidade e não vamos recolocar colchões dentro do presídio, eles irão dormir no chão para aprender’, disse a autoridade.

Sua decisão abre uma outra frente de briga, desta feita com as entidades defensoras dos direitos humanos, que já foram acionadas.

da Redação

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Direito e Justiça