Secretário do RN é taxativo sobre queima de colchões em motim: ‘Vão dormir no chão’

O Secretário de Justiça do Rio Grande do Norte, tem demonstrado firmeza na briga que iniciou com a bandidagem.


Após coibir o uso de aparelhos celulares nos presídios do estado, vem sofrendo uma série de retaliações da facção criminosa denominada ‘Sindicato do Crime’.

Ônibus e veículos foram incendiados na capital Natal e em cidades do interior. Prédios públicos e privados foram depredados. Já foram detectados mais de 80 ataques em 27 cidades (veja aqui). 

Para o enfrentamento, o Governo Federal acaba de enviar tropas das Forças Armadas.

Na quarta-feira (3), numa rebelião no Presídio Estadual de Parnamirim (PEP), a bandidagem colocou fogo em colchões, durante a realização de um motim. 

‘Irão dormir no chão’, é a decisão do secretário de Justiça, Delegado Walber Virgolino.

‘Nós vamos puni-los severamente. Por exemplo, agora nós vamos suspender as visitas na unidade e não vamos recolocar colchões dentro do presídio, eles irão dormir no chão para aprender’, disse a autoridade.

Sua decisão abre uma outra frente de briga, desta feita com as entidades defensoras dos direitos humanos, que já foram acionadas.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça