Tráfico mata agente da Força Nacional na Rio 2016

O agente da Força Nacional Hélio Vieira, policial militar no estado de Roraima, baleado dentro de uma viatura em um ataque de traficantes, numa favela do Rio de Janeiro, morreu na noite desta quinta-feira (11).


O crime aconteceu na quarta-feira (10). A viatura entrou por engano na favela. Não teve perdão. Ali dentro o tráfico impera. Um disparo acertou Hélio na cabeça.

O ministro da Justiça Alexandre de Moraes, em postagem numa rede social, expressou solidariedade à família do agente Vieira e descreveu o ataque como uma ‘covardia’.



A Força Nacional emitiu uma nota de pesar.

‘À família, daremos apoio incondicional, rogando que cada ente querido encontre conforto no orgulho de ter participado da vida deste herói que tombou envergando com altivez a nossa farda da Força Nacional’, diz o texto.

O episódio é uma inequívoca demonstração de que em determinados territórios do Rio de Janeiro, continua valendo apenas a lei do tráfico.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Tema Livre