Vereador compara Ciro a 'gângster' e diz que Ceará sofre com corrupção sistêmica (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O vereador por Fortaleza, Carmelo Neto (Republicanos-CE) segue em sua jornada para escancarar os fatos envolvendo suposto esquema de corrupção na construção da Arena Castelão, envolvendo os irmãos, o pré-candidato à presidência Ciro Gomes e o senador Cid Gomes, alvos de mandados de busca e apreensão na quarta-feira (15).

Neto revelou novas informações e bateu forte nas justificativas publicadas ou ditas até aqui, principalmente por Ciro, que insiste em ser alvo de perseguição política.

“Já estão tentando, de todo jeito, justificar com o velho malabarismo de sempre os erros que eles cometeram. Primeiro estão dizendo que a operação é uma perseguição do presidente Bolsonaro aos irmãos Gomes. É uma mentira, a investigação começou no ano de 2017 e investiga fatos que aconteceram de 2013 para cá na construção de uma arena, na época, para a copa do mundo. Mais uma justificativa sem pé nem cabeça."

O vereador também rebateu a fala de Ciro Gomes de que a Arena Castelão teria sido a mais barata entre os estádios da Copa no Brasil, como prova de que não haveria corrupção.

"E o que é que tem, isso não anula o fato de que pode sim ter corrupção, de que pode sim, ter ocorrido pagamento de propina e isso a policia federal está investigando e disse muito bem em seus relatórios, os irmãos Gomes, essa oligarquia que pensa que manda no estado do Ceara, comete, sim, atos sistêmicos de corrupção".

Além das ações de busca e apreensão, a Justiça Federal do Ceará quebrou os sigilos bancários e telefônicos de Ciro e de Cid Gomes. O valor total de construção da arena foi de R$ 513 milhões. Os investigadores falam em pagamento de R$ 11 milhões em propinas, entre os anos de 2010 e 2013, incluindo pagamentos diretos e doações eleitorais.

Em 2010, Ciro cumpria mandato como deputado federal pelo Ceará, e em 2013 foi nomeado secretário de Saúde do Estado, onde permaneceu até 2015, nomeado por Cid Gomes, então governador cearense, de 2007 até 2015.

Veja o vídeo

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas (Todos com FRETE GRÁTIS).

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar