desktop_cabecalho

Filósofa do assalto ‘assassina’ a língua portuguesa e apaga post, em gafe vergonhosa

Ler na área do assinante

A filósofa esquerdopata Márcia Tiburi, que se tornou célebre por defender o assalto e depois sair do país por ‘não se sentir segura’, entre outras situações constrangedoras que protagonizou nas redes sociais (que sequer merecem ser lembradas aqui), cometeu uma nova gafe, desta vez ao fazer uma simples publicação no Twitter.

“2022 será ‘mais’ melhor se tiver impeachment de Bolsonaro”.

Sim, leitor, o ‘mais’ foi a palavra utilizada pela ‘professora e candidata derrotada ao governo do Rio de Janeiro’ na frase, como comprova o print abaixo:

Obviamente que, após os muitos comentários e republicações da gafe, ela correu para tentar se explicar e, claro, acabou apagando o texto, reescrevendo-o novamente, horas depois, já com a grafia correta.

Tiburi, sem dúvida, é uma daquelas figurinhas ‘folclóricas’ da esquerda, que passa os dias idolatrando algum político corrupto de estimação, defendendo assaltantes e sonhando com o comunismo, enquanto navega nas redes-sociais em seu iPhone, caminhando pelas ruas de Paris.

Mas sempre acaba cometendo um deslize e passando vergonha. Ela parece não ter aprendido ainda que, se cair nas redes, não adianta corrigir ou apagar, pois o print é eterno.

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas.

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar