desktop_cabecalho

Churrasco em frente ao Bradesco será na "segunda com carne" e é a mais dura e irônica resposta contra a lacração

Ler na área do assinante

O Banco Bradesco tem 78 anos e é de longe a mais conservadora das instituições financeiras do país.

É por isso que boa parte das famílias mais tradicionais, dos milionários mais conservadores, especialmente de São Paulo, mantém seus recursos no Bradesco apelidado pelos seus pares de "O Bancão".

Os primeiros correntistas do Bradesco, fundado na cidade de Marília SP, foram pecuaristas e cafeicultores. Por isso não dá para entender o que passou na “cabeça de melão” do diretor de marketing e toda sua equipe quando decidiram fazer uma propaganda atacando aqueles que são os investidores mais antigos da instituição.

Nem a carta se desculpando publicamente insinuando que todos os envolvidos serão demitidos aplacou a fúria dos pecuaristas, por isso nessa primeira segunda-feira do ano, no dia 3 de Janeiro os pecuaristas mato-grossenses organizaram churrasco bem em frente a principal agência do Bradesco em Cuiabá.

Isso não é coincidência, o Mato Grosso tem o maior rebanho bovino do país.

No convite, o evento é descrito como "em respeito a pecuária brasileira” e foi organizado pela associação dos criadores de Mato Grosso, Associação dos criadores de Nelore de Mato Grosso Sindicato Rural de Cuiabá e Associação Brasileira dos Criadores de Zebu.

Outras manifestações similares devem acontecer por todo o Brasil; na última semana de dezembro pecuaristas gaúchos já haviam organizado um churrasco em frente a uma agência do Bradesco em Porto Alegre.

Várias associações de criadores, sindicatos e organizações ligadas a pecuária encerraram suas contas no Bradesco sem falar de centenas de pecuaristas que encerraram suas contas de pessoas físicas. Estima-se que, em apenas duas semanas, o Bradesco já perdeu mais de 20 bilhões de reais em depósitos. O agronegócio apesar de ser o principal pilar da economia brasileira é frequentemente desrespeitado por grupinhos progressistas especialmente jornalistas e publicitários.

Que bom os pecuaristas se uniram para dar ao maior banco privado do país, Bradesco, um castigo exemplar.

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas.

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Foto de Eduardo Negrão

Eduardo Negrão

Consultor político e autor de "Terrorismo Global" e "México pecado ao sul do Rio Grande" ambos pela Scortecci Editora.

Ler comentários e comentar