Após falha grosseira da CNN, ministro peita jornalista e obriga reconhecimento de "fake news" ao vivo (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O ministro do Turismo, Gilson Machado, demonstrou mais uma vez que não vai aceitar mentiras e ataques contra o governo e fez isso ao vivo, durante entrevista concedida à CNN Brasil, nesta terça-feira (4)

Tudo começou ontem (3), quando a emissora jornalística publicou uma notícia sobre a internação do presidente Jair Bolsonaro – em quadro de obstrução intestinal, no hospital Nova Star, em São Paulo – e afirmou, por meio de uma inscrição na tela (conhecida como tarja) que o chefe do executivo teria testado positivo para a covid-19.

A imagem circulou rapidamente pelas redes sociais e, durante a entrevista, Machado cobrou uma resposta sobre ‘o fake news’.

Foi ignorado na primeira tentativa, teve a imagem e a fala cortadas, mas insistiu e peitou o jornalista, exigindo a resposta.

O âncora da CNN então esclareceu que a notícia dada foi de um teste ‘negativo’, com a ‘tarja’ citando ‘positivo’ por um erro de digitação, e que foi corrigida em seguida.

A resposta, como se vê, entretanto, teve que ser arrancada ‘na marra’, pela coragem de Gilson Machado, que insistiu na verdade.

Resta saber se ‘rolou a cabeça do pobre estagiário’ que cometeu a gafe, afinal, a corda arrebenta sempre no lado mais fraco!

Veja o vídeo:

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas.

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar