O conflito entre Colômbia e Venezuela e o risco que ronda Maduro

Ler na área do assinante

Em seu relatório mais recente, a Ouvidoria Colombiana (equivalente ao nosso Ministério Público) informou que até o momento 23 pessoas foram mortas “em consequência do confronto entre grupos armados ilegais com presença naquela região”.

Desse número, 17 corpos estão no necrotério de Saravena (COL) e seis em Tame (COL) Até agora, 12 famílias foram deslocadas à força (seis em Saravena e outras seis em Tame).

O Provedor de Justiça, Carlos Camargo, lembrou em tweet que o órgão que dirige emitiu advertência em 2019 para alertar sobre os homicídios em Tame, Fortul, Saravena e Arauquita, além do “risco de ameaças e detenções ilegais, recrutamento de crianças e adolescentes e deslocamento forçado”.

A verdade é que a Colômbia perdeu o controle dessa região a décadas para o grupo terrorista FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e o grupo para-militar do ELN (Exército de Libertação Nacional). A ditadura venezuelana complicou tudo ao dar guarida para os dissidentes das FARC (Forças Armadas Revolucionarias da Colômbia) que não aceitaram o acordo de paz selado com o governo colombiano em 2017.

Ao final de uma reunião de segurança na cidade de Cartagena, o presidente colombiano, Ivan Duque, disse que fortalecerá a “inteligência e contra-inteligência” em Arauca, que ampliará “a capacidade de supervisão aerotransportada e de helicópteros” e que usarão drones para patrulhar a área.

Nem a Colômbia muito menos a Venezuela tem força política ou financeira para iniciar uma guerra – sendo assim tanto Maduro quanto Duque devem se limitar aos discursos e as bravatas.

Pensando friamente os gigantes das Américas, Brasil e EUA, ainda que não confessem não ficariam nenhum um pouco tristes, caso eclodisse um conflito, pois isso lhes daria a oportunidade de catapultar, o ditador Maduro mais rapidamente. Esse é o grande risco que pode ameaçar o tirano da Venezuela.

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas.

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar