DENÚNCIA IPTU/BH - Eis que o prefeito quer ludibriar o belo-horizontino! (ouça o áudio)

Ler na área do assinante

Não à toa, o cidadão tem dúvidas sobre o caráter do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. Ele já deu inúmeras provas disso, colocando o cidadão à mercê de sua ideologia, bem como de sua equipe. Verdadeira esquerdopatia. E o cara quer ser governador... só se for como o da sua reeleição, que deixou muitas margens de desconfianças. Aliás, não me venha com chorumelas, pois esse pensamento é um direito meu, inalienável!

A partir de agora, desculpe, já há algum tempo, todos os passos que guiarão o Kalil, não serão mais de um prefeito, e sim, de um pré-candidato, depois, candidato de fato, como sói acontecer com todo político irresponsável.

No caso em questão, o Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU, o malandrino anunciou que o imposto não teria aumento para o contribuinte, com relação ao cobrado no ano anterior, porém, não é bem assim.

Ele faz uma mistura, intencional para confundir o belo-horizontino, sobre alíquota, aumento, lei, IPVA, enfim... só esqueceu-se de citar o VALOR VENAL do imóvel. Esqueceu-se??? Oh, coitado!!!

Essa “confusão maliciosa” dele reafirma aquela questão de que falar a verdade, sempre, é muito mais fácil do que ficar no campo da mentira. Cai em contradição mesmo!

No dia 30 de dezembro de 2021, em entrevista para a Rádio Itatiaia, ele descartou o congelamento do IPTU. No mesmo dia, agora no jornal O Tempo, ele disse que é a favor de congelar o IPTU. Cuma??? E ainda usou o tema para atacar o governador Zema. Leia abaixo:

https://www.itatiaia.com.br/noticia/em-entrevista-kalil-descarta-congelar-iptu-de-bh-em-2022-e-alfin...

https://www.otempo.com.br/super-noticia/últimas/kalil-provoca-zema-sobre-ipva-e-diz-ser-a-favor...

O prefeito aproveitando-se da “onda” do congelamentos, em alguns casos pelo Brasil, ainda tentou tirar vantagem da inércia da Câmara Municipal que não se prontificou a protocolar um projeto que pudesse de fato congelar o imposto. A ver...

Chegou até a Pastora Jane, uma denúncia que vem revoltando, com razão, os contribuintes. O falso congelamento do valor do IPTU que o prefeito vem alardeando, não passa de uma forma para que ele saia de bonzinho na história.

Pois bem, a denúncia é de José Márcio da Silva Penido, e a Pastora Jane prontamente atendeu ao pedido dele, e como primeira medida, gravou um áudio onde expõe e divulga o ato ludibriador do prefeito.

Ouça!

Da minha parte, procurei a Dra. Julianna Venuto, advogada especialista do setor imobiliário, que detalhou como funciona o processo desse tipo de cobrança por parte do município. Em primeiro lugar, devemos dizer que a alíquota que define o valor do IPTU a ser cobrado só pode ser alterada via autorização do legislativo municipal, e mesmo assim, essa autorização tem que ser dada no ano anterior ao exercício da cobrança.

Como a prefeitura não acionou o legislativo em 2021, a alíquota não pode ser alterada em 2022, portanto, o prefeito não congelou nada. Ato indigno dele achar que vai enganar a todos. Simplesmente obedeceu a regra.

Por outro lado, espalha que a prefeitura dará um desconto de 10% para o contribuinte, mas não destaca que esse percentual é usual, anualmente, para quem paga o imposto à vista, numa única parcela. Ou seja, mais uma vez, tenta se passar por bom samaritano. Narrativa furada, enganação!!!

E por fim, esconde de todos, e nem sequer faz menção, sobre aumento do VALOR VENAL dos imóveis que é a base de cálculo para aferir o valor do imposto. Este aumento do VALOR VENAL, neste ano, ficou na faixa de 10,42%. Ou seja, mesmo para quem paga à vista, ele deu com uma mão e tirou com duas. O resto vai ficar só com o aumento mesmo!!!

Veja abaixo, a comparação dos valores cobrados em 2021 e 2022, de IPTUs de 2 tipos de imóveis diferentes, em 2 regiões diversas.

A dra. Juliana explica que a prefeitura tem uma série de critérios, originados a partir da planta básica, para promover o aumento do VALOR VENAL dos imóveis. Dentre eles, a localização, se aconteceu aumento da área construída, comportamento do mercado imobiliário, zoneamento, enfim, isso é o que baliza essas alterações.

O problema, repito, é que o prefeito camuflou esse “detalhe”, e com essas atitudes tenta capitalizar votos para sua campanha. Ele se acha...

Por sua vez, o vereador Nikolas Ferreira protocolou ofício à prefeitura, nesta semana, solicitando detalhamento a respeito do IPTU.

Infelizmente, para ele, a sociedade está reagindo a esse tipo de político, encontrando vozes como a da Pastora Jane, do vereador Nikolas Ferreira, e de milhares de contribuintes, para colocar tudo em pratos limpos.

Lembrando, que eu também sou um cidadão contribuinte, ora bolas!!!

Assine o JCO:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de Alexandre Siqueira

Alexandre Siqueira

Articulista
@ssicca no GETTR

Ler comentários e comentar