Sem limites, deputada do PSOL agora quer legalizar ‘roubos’ (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

A deputada federal Talíria Petrone (PSOL-RJ), líder da bancada do PSOL na Câmara, protocolou no último dia 17/12, o Projeto de Lei 4540/2021, para que o furto por necessidade e o furto insignificante não sejam considerados crimes.

A ‘iniciativa’, obviamente, foi elaborada com a participação de várias ONGs esquerdopatas e pseudo-movimentos de ‘defesa de direito humanos’.

Segundo o texto do projeto que parece nascer com amnésia ou com memória seletiva, esquecendo dos 14 milhões de desempregados herdados do governo Dilma,

“A fome e o desemprego estão assolando o país como há muito tempo não ocorria e o governo federal nada faz para combater essa dura realidade. Nesses tempos de crise, são diversos casos de pais e mães que furtaram comida e foram presos. Enquanto este tipo de furto continua mobilizando a estrutura do Estado, outros crimes tributários de maior repercussão são tratados de forma muito mais benéfica pelo sistema penal”

Um absurdo que, primeiro, parece não levar em consideração que o número de desempregado no país, hoje, apesar do advento da pandemia – com o 'fique em casa e a economia a gente vê depois' – é menor do que no governo anterior.

E, segundo, ignora que há mais de um ano tem vigorado o Auxílio Emergencial, que atendeu mais de 60 milhões de pessoas, permitindo a elas o direito a alimentação e ajudando no aquecimento da economia e na própria geração de novas vagas.

Vale lembrar ainda de vários outros programas sociais como o Auxílio Brasil, antigo Bolsa Família, que, aliás veio de um governo de esquerda e jamais foi cortado, mas ampliado.

O projeto de Petrone é a permissividade escancarada para o crime, similar a uma lei em vigor no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, que permite furtos, olhem só, ‘com um teto de valor’, sem que o meliante seja punido. Situação que está deixando o cidadão americano em pânico e sem direito a defesa.

Eles têm método e querem destruir o país e os geradores de empregos, tornando a prática da pilhagem, bem conhecida de seus governos, em uma tradição, forçando a presença do Estado e encaminhando a nação para o tal ‘socialismo’.

O vídeo abaixo mostra que a reação tem que vir do povo e só há uma forma para isso ser feito:

Veja o vídeo:

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas.

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar