SBT perde o 1º round da batalha judicial contra Shererazade e advogado detona Sílvio Santos

Ler na área do assinante

A Justiça do Trabalho de Osasco acaba de julgar procedente a ação trabalhista movida por Rachel Shererazade contra o SBT.

O magistrado prolator da sentença determinou uma indenização de R$ 500 mil por danos morais supostamente sofridos pela jornalista.

O SBT deverá pagar aindfa indenizações trabalhistas de aviso prévio indenizado; 13º salários, férias, adicionais por tempo de serviço e FGTS.

Shererazade alegou na ação casos de assédio sofridos no SBT, como durante a entrega do Troféu Imprensa 2017. Na ocasião, a apresentadora afirma ter sido tratada de modo "depreciativo, preconceituoso, vexatório, humilhante e constrangedor" por Silvio Santos.

O dono da emissora disse que ela tinha contratada para "continuar com sua beleza", e não dar opinião no telejornal.

A sentença ainda determina que a jornalista seja reconhecida como funcionária CLT.

O advogado de Shererazade, aproveitou o resultado para detonar o empresário Sílvio Santos.

"Relevante quando o juiz relata que não é a primeira vez que este juízo se depara com situações semelhantes, envolvendo a mesma figura pública, ou seja, Silvio Santos. Adiante, ainda diz: Quando a mulher é tratada como um objeto, como se observou no presente processo, o Poder Judiciário deve atuar, de maneira contundente a se evitar que o mesmo padrão seja repetido, até porque a violência não é praticada apenas em relação à reclamante, mas em relação a toda e qualquer profissional do sexo feminino. Portanto, justiça foi feita."

O SBT certamente irá recorrer.

Assine o JCO:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas (Todos com FRETE GRÁTIS).

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar