Gleisi, imoral e ‘míope’, pode ser enquadrada no artigo 343 do código penal

A senadora só enxerga numa direção e suas atitudes são sempre parciais, egocêntricas e sem compromisso com a população.

Além disso, paira sobre si o envolvimento no escândalo do Ministério do Planejamento, que fraudava um serviço de gestão de crédito consignado a funcionários públicos, onde, no mínimo, foi beneficiária direta, e o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, o articulador do esquema.

Presentemente, foi revelado que a professora universitária Ester Dweck, secretária de Orçamento durante o governo de Dilma Rousseff, foi nomeada para um cargo no gabinete da senadora.

Ela é uma das testemunhas da presidente. De acordo com a advogada Janaína Pascoal, a senadora pode até ser enquadrada no artigo 343, do Código Penal, no crime de corrupção de testemunha.

A explicação de Gleisi é hilária: ‘Ela não foi nomeada, então não é servidora do Senado. Fiz a solicitação para ela ser nomeada, mas como ela é servidora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, foi pedida a cessão dela. Está sendo feita a cessão para depois ser publicado o ato de nomeação e posse. No meu entendimento, não teria problema. Aqui, nunca exigimos dela neutralidade. Todo mundo sabia que ela tinha lado aqui, ela servia ao governo’.

da Redação

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Política