PRF dá show e põe líder da maior facção criminosa do Brasil em cana

Ler na área do assinante

Uma operação com equipes da Polícia Federal Rodoviária (PRF) de São Paulo (SP) e de Santa Catarina (SC) prendeu um dos chefes do PCC, uma das maiores organizações criminosas do país.

Segundo as autoridades, a ação aconteceu durante a tarde da última segunda-feira (25) no município de Itapecerica da Serra, no interior de SP.

Os criminosos viajavam da capital de São Paulo para Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, quando foram parados pelos policiais.

“Durante a abordagem, os policiais constataram que os documentos de identificação apresentados pelos dois ocupantes eram falsos, tratando-se na verdade de Claudinei Predebon e Fredi Figueiredo Bolcas, ambos com mandado de prisão em aberto”, informou a PRF.

A PRF afirmou que Claudinei trabalha como “assessor” de seu pai, Aldo José Marques Brandão, responsável pelo comando do PCC e por determinar a função de cada um dentro da facção.

É inacreditável mas a organização criminosa tem uma ‘área internacional’ e Claudinei era o responsável, coordenando o tráfico de drogas para o Paraguai – uma das principais fontes de financiamento da organização.

“Em decorrência do mandado de prisão e da prática do crime de uso de documento falso, os indivíduos foram encaminhados à Polícia Federal”, comunicou a PRF.

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetas, bandeiras e faixas.

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar