TSE dificulta trabalho em conjunto com o Exército e militares solicitam esclarecimentos pela segunda vez

Ler na área do assinante

Em tese, a equipe de cibernética das Forças Armadas deveria trabalhar em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para garantir total transparência nas eleições deste ano.

Mas, não é o que está acontecendo...

Os militares afirmam que já solicitaram duas vezes para a Corte informações sobre os procedimentos e segurança das urnas eletrônicas e foram ignorados.

A primeira tentativa das Forças Armadas em ultrapassar a grande barreira que o TSE tem colocado em divulgar dados sobre as urnas eletrônicas ocorreu em dezembro de 2021, quando o Ministério da Defesa fez uma série de questionamentos e recomendações para o aperfeiçoamento dos equipamentos e não foi atendido. As dúvidas surgiram após visita da comitiva de militares da área de "cibersegurança" ao Tribunal.

Nesta sexta-feira (28), os militares encaminharam novo pedido.

O TSE, por sua vez, disse que “as respostas estão sendo elaboradas pela equipe técnica da Corte Eleitoral" e que as perguntas tramitam de forma sigilosa "a pedido do próprio Exército”.

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetasbandeiras, faixascanecas e até VINHOS.

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Fonte: R7

da Redação
Ler comentários e comentar