Ataque ao Senado, por Gleisi, foi ensaiado e faz parte do roteiro de filme do PT

No momento em que percebeu a irreversibilidade do processo de impeachment, o Partido dos Trabalhadores partiu para construir o seu filme com uma visão totalmente distorcida do atual processo político no país.


Os passos de cada petista no Congresso foram acompanhados de perto por uma equipe de filmagem que se dedica a produzir um documentário sobre os bastidores do processo.

Petra Costa, atriz e cineasta de apenas 33 anos, que estudou em Nova York e Londres, foi contratada para a missão.

A jovem ficou conhecida após a produção do longa-metragem ‘Elena’, baseado na história verídica de sua própria irmã, premiado em diversos festivais ao redor do mundo e aclamado pela crítica, considerado uma experiência única no cinema contemporâneo, por extrair de um tema difícil - o suicídio da irmã da diretora Petra Costa – uma história com uma dose certa de emoção e realidade.


A cena onde Gleisi Hoffmann, irada, grita que no Senado ninguém tem moral para julgar a presidente Dilma, teria sido previamente combinada com a cineasta e será um dos pontos marcantes do documentário.

A ideia é transformar o filme num cenário de vitimização do PT, de Lula e da presidente Dilma.

Petra Costa já provou que é muito boa nesse tipo de produção.

A sequência será espalhar o filme mundo afora e tentar emplacar esta história irreal aos olhos do mundo e das futuras gerações.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política