Lewandowski, o médium

Definitivamente, o ministro Ricardo Lewandowski tem propriedades mediúnicas, poderes de premonição.


Afinal, ele confessou que já vinha estudando o fatiamento da nossa Carta Magna, ou seja, certamente previu o que iria acontecer.

Assim, além da evidente afronta constitucional, o ‘médium’ desconheceu a jurisprudência do próprio Supremo Tribunal Federal, que já havia decidido ser inseparável a cassação do mandato da perda dos direitos políticos.


Além disso, na sessão do impeachment, em sua esdruxula decisão, o presidente do STF, mais uma vez se valendo de seus poderes de premonição, já havia preparado uma extensa fundamentação sobre a questão.

Fica evidente que é mesmo uma pessoa com poderes mediúnicos. 

Ou será que já havia combinado com o PT a apresentação do ‘destaque’ que violentou a Constituição da República Federativa do Brasil?

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça