Fechado para balanço

Com boa parte da clientela presa, as palestras milionárias não aparecem mais. Com o PT fora do governo, as inúmeras fontes de recursos secaram.


Assim. tudo indica que o Instituto Lula vive os seus dias derradeiros.

O golpe de misericórdia parece ter sido dado pela Receita Federal, que constatou ‘desvios de finalidade’ na entidade, suspendeu a isenção tributária e aplicou uma multa milionária, que deve chegar a R$ 12 milhões.

Na realidade, o instituto foi premiado com a tal isenção porque em seu estatuto reza como finalidade a preservação da memória do ex-presidente. Entretanto, a investigação da Receita constatou que a entidade funcionava como uma verdadeira empresa, trabalhando na captação de recursos, possivelmente ilícitos, e distribuindo-os entre os familiares de Lula.

Ao mesmo tempo em que recebia doações das empreiteiras, o instituto fazia repasses às empresas dos filhos do ex-presidente.

Os supostos serviços prestados pelas empresas dos filhos de Lula nunca existiram, eram fictícios.

Diante disso, a Receita vai cobrar o imposto devido, as contribuições sociais, além da multa, sem prejuízo das investigações sobre a origem dos recursos, estas a cargo do Ministério Público e da Polícia Federal, provavelmente oriundos de propina do ‘Petrolão’.

Diante do quadro sombrio e sem qualquer boa perspectiva, o instituto fatalmente está com seus dias contados.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política