Justiça descobre avalanche de fraudes para colocar ‘dinheiro sujo’ em campanhas eleitorais

Esses partidos políticos e essa classe política é realmente sem limites.


A bandidagem já articula novas tentativas de driblar a Justiça e colocar dinheiro ilícito nas campanhas eleitorais.

O simples cruzamento de informações da Justiça Eleitoral – coisa que outrora não se fazia – já detectou inúmeras transferências de grande porte oriunda de ‘laranjas’, pessoas pobres, sem renda compatível, que nesta campanha de 2016 já efetuaram em torno de R$ 168 milhões em doações eleitorais para os partidos políticos e candidatos.

Inúmeros doadores, de acordo com o que já foi descoberto pelo TSE, são meros beneficiários do programa Bolsa Família.

A relação total de pessoas encontradas em situação de pobreza, que fizeram generosas doações incompatíveis, inclui 21.072 pessoas e já foi encaminhada para o Ministério Público.

Chega-se à conclusão de que eleição no Brasil é um grande engodo.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça