Nintendo, brinquedinho para filho de Gleisi, comprado em 2011, com o dinheirinho dos aposentados

A denúncia do Ministério Público aponta o ex-ministro Paulo Bernanrdo, marido da senadora Gleisi Hoffmann, como líder de uma organização criminosa que se especializou em lesar aposentados endividados.


A fraude idealizada com requintes de crueldade, arrecadou cerca de R$ 100 milhões e o dinheiro foi dividido entre os membros da quadrilha e o Partido dos Trabalhadores.

Um percentual ia para o escritório do advogado Guilherme Gonçalves e ficava guardado em uma conta denominada ‘Fundo Consist’.

O dinheiro dessa conta era utilizado para o pagamento de despesas pessoais de Gleisi e Paulo Bernardo.



Toda a documentação comprobatória foi entregue ao Ministério Público Federal pelo advogado Sacha Reck, ex-sócio do escritório.

Os documentos demonstram que até brinquedos para os filhos da dupla Gleisi e Paulo Bernardo, foram comprados com recursos do Fundo Consist.

Uma planilha dos gastos, em posse dos investigadores da operação Custo Brasil, demonstra que no dia 21 de novembro de 2011 foi adquirido um ‘Nintendo 3DS (Consist)’, com valor de R$ 800.

Ou seja, um videogame portátil da marca Nintendo, novidade no mercado na época.

Uma covardia para com o velhinhos...

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política