Valério diz a Moro que não conta tudo porque está numa penitenciária e tem medo de morrer

‘É muito grave e eu temo pela minha vida no presídio’, disse o publicitário Marcos Valério ao juiz Sérgio Moro sobre o dinheiro pago a Ronan Maria Pinto, que ameaçava envolver o ex-presidente Lula no assassinato do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel.


“O que eu descobri é muito sério e eu não queria me envolver. E vou pedir para não responder essa pergunta porque é um assunto muito grave. Eu não quero correr riscos e eu estou preso em uma penitenciária”, afirmou ele.

Marcos Valério, na realidade, quer segurança para falar e um acordo de delação premiada.

De qualquer forma, ele categoricamente afirmou que ‘o ministro José Dirceu, o presidente Lula e Gilberto Carvalho estavam sendo chantageados’.

Não restam dúvidas do envolvimento do PT e de seus figurões no episódio. 

O que foi dito pelo publicitário representou um avanço nas investigações.

A Lava Jato fatalmente vai investir no caso. É mais uma enorme pedra no pé do ‘cara de pau’.

da Redação

Veja o vídeo:

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Denúncias