Marta confirma que disse que Lula era um ‘Deus’ (veja o vídeo)

A senadora e candidata a prefeita de São Paulo, Marta Teresa Suplicy, pode ser considerada a candidata mais incoerente da atual campanha política.


Verdadeiramente, o que Marta diz, não se escreve.

Entrevistada nesta terça-feira (13) em São Paulo, no quadro ‘Te pego na saída’, do Programa ‘Morning Show’, da Jovem Pan, explicando sua saída do PT, ela disse: ‘os valores pelos quais o PT foi construído e criado estão dentro de mim, que é o combate à desigualdade social e a ética na política’. E complementou: ‘isto saiu do PT, não de mim’.

Então como se explicar sua ida para o PMDB, partido de Eduardo Cunha, Sarney e Renan?

Marta ironizou e disse que todos eles tem o que dizer.

Ou seja, na visão míope da senadora, a ética e o compromisso com ‘desigualdade social’ que se perderam no PT, ela encontrou no PMDB.

A entrevista prosseguiu com Marta confirmando que disse um dia que ‘Lula era um Deus’.

‘Pior é que eu disse’, confirmou a candidata.

Veja o vídeo.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Política