Atual ministro do TCU é delatado por Léo Pinheiro

O ex-presidente da OAS ‘abriu a caixa de ferramentas’ para o juiz Sérgio Moro, nesta terça-feira (13), em depoimento prestado na ‘República de Curitiba’.


Vital do Rêgo Filho, mais conhecido como ‘Vitalzinho’, médico, ex-senador e nomeado para o TCU em 2014 pela ex-presidente Dilma Rousseff, foi delatado.

O atual ministro do TCU presidiu a CPMI mista da Petrobrás e juntamente com o relator, o deputado gaúcho Marco Maia (PT), foi acusado pelo ex-senador Delcídio do Amaral de participar de um esquema para impedir convocações de empreiteiros na CPI da Petrobras.

Léo Pinheiro confirmou tudo para o juiz Moro.

Pelo cargo que ora ocupa, o envolvimento de ‘Vitalzinho’ é considerado bombástico.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça