Finalmente Serra consegue a adesão de todos os países fundadores do Mercosul contra Maduro

Um acordo firmado nesta terça-feira (13) entre Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, selou definitivamente posição contra qualquer possibilidade de Nicolas Maduro assumir a presidência do Mercosul.


Nota assinada pelo chanceler José Serra esclarece que a Venezuela descumpriu compromissos assumidos no protocolo de adesão ao Mercosul, no ano de 2006, ou seja há 10 anos.

Diante disso, a presidência do Mercosul será exercida por meio de coordenação entre Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

Por outro lado, a Venezuela terá um prazo de dois meses para se adaptar às regras do bloco, caso contrário será suspensa do Mercosul.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Internacional