Em audiência, juíza punida por absolver policiais, crava: "Se fosse Fernandinho Beira-Mar, eu não estava sentada aqui” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Viraliza nas redes um vídeo em que a juiza Debora Faitarone, do Tribunal do Juri da Barra Funda/SP, faz a própria defesa, durante audiência com desembargadores.

Ela se tornou conhecida nacionalmente, depois de ser punida com a aposentadoria compulsória, após ter absolvido policiais militares por legítima defesa.

“Se eu tivesse absolvido o Fernandinho Beira-Mar, eu não estava aqui sentada hoje, respondendo as perguntas de Vossa Excelência. Eu absolvi policiais que agiram legitimamente, dentro da lei, e o faria mais mil vezes, mesmo sabendo que eu perderia o cargo por causa disso. E os absolveria mais mil vezes, mesmo sabendo que passaria por todo esse calvário”, disse Faitarone.

A afirmação da, agora, juíza aposentada compulsoriamente, é um retrato legítimo do gravíssimo momento de ativismo judicial por que passa o Brasil.

Um país onde condenados têm as penas extintas mesmo com toneladas de provas contra si, a palavra de um único juiz se sobrepõe à decisão de uma dezena de magistrados e ex-presidiários, olhem só, concorrem ao cargo mais importante do país.

Qual será o limite dessa inversão de valores?

Veja o vídeo:

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camisetabandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

da Redação
Ler comentários e comentar