Além de perder o mandato, Mamãe Falei poderá enfrentar consequências internacionais por ataques a ucranianas (veja o vídeo)

Ler na área do assinante
“Ele envergonha a maior assembléia legislativa da America Latina e, mais, ele envergonha o nosso país e subjuga mulheres que fogem de uma guerra buscando salvar suas vidas. Mas nós não envergonharemos o nosso Brasil e não envergonharemos um pais irmão que é a Ucrânia e principalmente as mulheres”.

Com essa fala, o deputado estadual de São Paulo, Danilo Balas (PL), confirmou seu voto favorável à cassação do mandato do deputado Arthur do Val, conhecido como Mamãe Falei, na tarde desta terça-feira (12), no Conselho de Ética.

O resultado, unânime, por 10 votos a zero, leva a análise do pedido para o plenário do ALESP, que pode não apenas encerrar o mandato do parlamentar, como torná-lo inelegível por um período de oito anos.

Mas a fala de Arthur durante viagem à Ucrânia, com ataques às mulheres ucranianas, em meio a um trágico cenário de guerra, pode trazer outras consequências ainda mais graves, como ressaltou Balas em seu pronunciamento:

“Também protocolamos uma representação ao Ministério Público Federal (MPF), porque ele infringiu legislações pátrias e pactos firmados entre o Brasil e outros países, como por exemplo o Pacto de San José, na Costa Rica. E, por fim, no dia 8 de março, em Brasília, protocolei na ONU, mais precisamente na ONU Mulheres do Brasil”, disse Bala, lendo em seguida o texto entregue na entidade internacional, descrevendo os crimes internacionais cometidos por Arthur do Val.

A depender dos próximos passos, tomados tanto em Brasília quanto na própria ONU, Mamãe Falei pode ter que se explicar em um tribunal internacional.

A irresponsável brincadeira adolescente do MBL na Ucrânia foi mesmo o ‘prego no caixão’ do movimento, que surgiu prometendo mudar o país, mas acabou se desvirtuando.

Há ainda uma questão que precisa ser levada adiante, pois, como todos sabem, Arthur do Val não estava sozinho nessa viagem: Quando as autoridades irão atrás de Renan dos Santos, cúmplice, senão mentor do primeiro?

Veja o vídeo:

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetasbandeiras, faixascanecas e até VINHOS.

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar