As eleições pertencem ao povo e ninguém pode se arvorar como “dono” da democracia

Ler na área do assinante

As eleições, o processo eleitoral, o voto, tudo isso é uma conquista do nosso povo.

Nada disso pertence ao TSE, ao STF ou a qualquer ministro do Supremo.

A justiça eleitoral cabe apenas organizar aquilo que o povo definiu em lei aprovada por seus representantes, os deputados e senadores.

Ministro nenhum pode se arvorar como dono da democracia ou como o lado do bem contra o mal.

Um ministro juiz só deve se manifestar no processo. Um ministro juiz não pode fazer ativismo político, ministro Luiz Roberto Barroso.

Nem dentro nem fora do Brasil.

Ministros do Supremo não podem fazer parte de shows, acadêmico ou artístico, para agradar a determinado segmento político que o ascendeu ao posto vitalício de ministro.

Utilize a bílis para digerir gorduras e vitaminas, não para destilar seu ódio ao presidente da República,  legitimamente eleito e que foi alçado por vossa excelência,  indevidamente, a categoria de seu "inimigo".

Atenha-se aos autos do processo, trabalhe por uma eleição limpa e transparente.

Apenas para registro nos autos, vossa excelência já se julgou impedido e suspeito neste processo eleitoral, por vossas próprias palavras.

Que nossos senadores acordem e façam valer os mandatos que os brasileiros lhes conferiram.

Henrique Alves da Rocha. Coronel PM/Sergipe

@coronelrochase

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camiseta, bandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

da Redação
Ler comentários e comentar