Van Hattem denuncia exposição comunista na Câmara: "Nenhuma menção aos 100 milhões de mortos pelo regime" (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) completa 100 anos de existência e, para "festejar" o aniversário, integrantes da legenda resolveram lotar o corredor da Câmara dos Deputados com várias "homenagens" aos principais líderes do regime.

O deputado Marcel van Hattem (Novo-RS) denunciou a exposição e disse que os partidários esconderam o assassinato de mais de 100 milhões de pessoas ao redor do mundo.

"A partir de hoje, esse corredor será chamado por mim de "Corredor da Morte" porque não tem nenhuma menção aos 100 milhões de mortos pelo regime comunista no mundo. Um absurdo", criticou.

O parlamentar ainda deixou uma reflexão, afirmando que, em países democráticos, os comunistas têm a liberdade de se expressar. Mas, democratas não têm o mesmo benefício em lugares onde o regime ditatorial impera.

"Comunistas podem expor em países democráticos onde há liberdade de expressão. Democratas liberais não podem expor suas ideias em países comunistas em que há restrições à liberdade", destacou.

Veja o vídeo:

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camiseta, bandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você! 

 

(Reprodução/Internet)
(Reprodução/Internet)
da Redação
Ler comentários e comentar