O dia em que o réu foi barrado no próprio julgamento: O caso do Deputado Daniel Silveira (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Estar presente ao próprio julgamento é um dos mais antigos princípios que garantem a ampla defesa de um réu.

No entanto, “pela primeira vez na história do judiciário brasileiro”, conforme dito pelo advogado de defesa do Deputado Daniel Silveira, o Dr Paulo Faria, tal direito foi descumprido.

Dentre outras arbitrariedades, como multar um advogado por recorrer a um direito do réu, o processo do Deputado Daniel Silveira no STF só teve um desfecho final com o indulto do Presidente Bolsonaro, no dia 21 de abril.

Apesar de inúmeras arbitrariedades, somente a caneta presidencial restabeleceu a justiça.

Confira:

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camisetabandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

Foto de Emílio Kerber Filho

Emílio Kerber Filho

Escritor. Jornalista. Autor do livro "O Mito - Os bastidores do Alvorada" e "O Mito II - O inimigo agora é outro".

Ler comentários e comentar