Na Bahia, Bolsonaro comemora o descobrimento do Brasil com André Porciuncula e João Roma

Ler na área do assinante

Nesta sexta-feira, dia 22.04, a Bahia recebeu o Presidente da República Jair Bolsonaro e sua comitiva de aliados políticos, preocupando a oposição que insiste em declarar a Bahia como "reduto da esquerda".

Não é de hoje que o Brasil acompanha com atenção a sensível mudança de posicionamento político da Bahia, que demonstrou assim como o resto do país, seu desgaste com a esquerda e maior receptividade à centro-direita. 

Exemplo desta mudança foram as eleições municipais, onde o PT disputou em apenas 8, dos 10 maiores colégios eleitorais da Bahia e venceu em apenas 1, além disso, perdeu em 11 das 15 cidades em que estava disputado o 2º turno.

O povo baiano, tem forte apreço pelos valores familiares, pelas crenças e cultura, sendo assim, começa a perceber que estes também são os preceitos conservadores e que é um erro eleger quem não preza por estes valores. 

Percebe-se que a Bahia até pode ser o último reduto da esquerda brasileira, mas por pouco tempo, já que a cruzada dos conservadores no estado, começou. 

E para esta missão, o Presidente Bolsonaro convocou dois soldados de confiança: João Roma (ex-ministro da Cidadania e atual pré-candidato ao Governo do Estado pelo PL) e André Porciuncula (ex-secretário Nacional da SEFIC da Secretaria da Cultura e pré-candidato a Deputado Federal pela Bahia).

Declaradamente missionados pelo Presidente, ambos encabeçam a lista de autoridades que o Governo pretende eleger na Bahia, mas, embora o caminho esteja aberto, ainda não há como contabilizar a vitória, porque a disputa local é acirrada e cada voto é imprescindível para eleger um aliado de Bolsonaro no estado. 

O Capitão André Porciuncula, que tende a ser o "puxador de votos" da direita baiana à Câmara dos Deputados, seguiu na comitiva juntamente com o filho do Presidente, Eduardo Bolsonaro e demonstra estar ciente do desafio. 

Tratado como o "Capitão Bahia", pelo Presidente, ele reagiu com humor a brincadeira de Eduardo que indagou se algumas pessoas votariam em André só para tirá-lo da Secretaria da Cultura: 

"Ou eles votam em mim, ou eu volto lá pra Lei Rouanet! Eu acho que vai ter esquerdista apertando o 22." - brincou André Porciuncula.

Missão desafiadora, mas que foi dada a dois soldados de confiança. João Roma e André Porciuncula devem acompanhar o Presidente Bolsonaro em outros eventos na Bahia durante a campanha eleitoral de 2022 e juntos pretendem incentivar ainda mais a guinada à direita, que a Bahia está seguindo.

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camisetabandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

da Redação
Ler comentários e comentar