Coronel desabafa sobre situação de Barroso: "Agora virá resposta política, que cabe ao presidente Bolsonaro."

Ler na área do assinante

A agressão gratuita e injusta proferida pelo Ministro do STF Luiz Roberto Barroso contra as Forças Armadas, teve uma resposta a altura do General Paulo Sérgio, Ministro da Defesa.

Com sobriedade o general repudiou a fala de Barroso, tratando-a como insinuações sem provas, atitude irresponsável e uma ofensa grave as Forças Armadas.

Pronto, aí termina a participação do Ministério da Defesa nesse episódio de agressões gratuitas contra as Forças Armadas de todos os brasileiros. Isso nas redes sociais.

Na esfera judicial, o cidadão Luiz Roberto Barroso deve ser processado.

O ministro, como qualquer outro cidadão, deve respeitar às leis, e ele desrespeitou o art 219 do Código Penal Militar (CPM), ao propalar fatos, que sabe inverídicos, capazes de ofender a dignidade ou abalar o crédito das Forças Armadas.

Não há nada mais antidemocrático que suas palavras, ministro.

Só idiotas não respeitam seus soldados.

Agora virá resposta política, que cabe ao presidente Bolsonaro.

E sobre as ações e resposta do presidente elas sempre vem, no momento certo e na altura correspondente.

Henrique Alves da Rocha. Coronel PM/Sergipe

@coronelrochase

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camiseta, bandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

da Redação
Ler comentários e comentar