Governador petista da Bahia explica finalmente porque contratou empresa de maconha

Ler na área do assinante

O depoimento de Rui Costa já está devidamente anexado no inquérito que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O governador baiano presidia o malfadado consórcio Nordeste e pagou 48 milhões de reais adiantados para uma microempresa de importação de produtos à base de maconha, a Hempcare, na aquisição de 300 respiradores, durante a pandemia. O material comprado nunca foi entregue.

Questionado pela Polícia Federal, se não chamou a atenção dele, quando foi assinar o contrato com a Hempcare, que a empresa contratada para fornecer ventiladores pulmonares era uma empresa especializada em vender medicamento à base de maconha, a resposta de Rui Costa é ridícula. Disse que não tem o pleno domínio da língua inglesa.

“Não. Confesso que não e lá tinha representantes de produtos farmacêuticos. Estava essa denominação da empresa e não me chamou a atenção, no momento, pelo nome, até porque eu não tenho pleno domínio da língua inglesa. Portanto, eu não domino”.

Outros questionamentos foram feitos e a resposta de Rui Costa foi sempre no sentido de que não sabia de nada.

A Hempcare, por exemplo recebeu o dinheiro adiantado e antes da assinatura do contrato. Rui simplesmente disse que desconhecia o fato.

É um fanfarrão.

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camiseta, bandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

da Redação
Ler comentários e comentar