Nordestino mostra a fartura de água na Paraíba e revela o motivo do ódio dos esquerdopatas por Bolsonaro (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Um vídeo gravado por um cidadão nordestino, no estado da Paraíba revela um dos principais motivos pelo qual os esquerdopatas e os políticos corruptos da região tanto odeiam o presidente Jair Bolsonaro.

“Essa aqui e a razão para o povo estar agradecendo o presidente Bolsonaro. É água onde não tinha gente. É a agua chegando. É a água ficando e o povo ficando livre. A verdadeira liberdade está aqui, ó. A emancipação do povo está aqui, ó… ô Bolsonaro massa!”, diz o homem enquanto mostra uma das barragens construída pelo governo federal

Nesta quinta-feira (5), Bolsonaro esteve no estado, onde entregou o trecho 1 da obra da Vertente Litorânea, empreendimento hídrico vai beneficiar mais de 680 mil pessoas em 39 cidades paraibanas.

Com centenas de obras espalhadas pela região e a conclusão da transposição do rio São Francisco, Bolsonaro, em apenas três anos de governo, Bolsonaro acaba com a dependência dos carros pipa, até então, a única fonte de água para milhões de nordestinos.

Assim, o Nordeste viu a profecia se tornar realidade e o ‘Sertão virar Mar’!

Confira no vídeo:

O Jornal da Cidade Online está sendo vítima da Censura.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a desmonetização do site.

Um ato cruel... Um "tapa na cara" da democracia.

Neste momento, onde estamos assistindo a liberdade de expressão ser devastada e conservadores sendo calados, precisamos da ajuda de todos os patriotas...

Faça a assinatura do JCO agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo da destemida Revista A Verdade.

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Lançamos também uma loja virtual com camisetasbandeiras, faixascanecas e até VINHOS.

Ajude-nos! Compre no Shopping Conservador:

https://www.shoppingconservador.com.br/

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

da Redação
Ler comentários e comentar