Justiça derruba indenização de Globo e Dráuzio Varella a pai da criança, no caso Suzy

Ler na área do assinante

Uma decisão esdrúxula da Justiça paulista. Inaceitável.

Ação movida pelo pai da vítima assassinada pela transexual Suzy, que teve ganho de causa em 1ª instância, teve a sentença reformada pela 1ª câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Na matéria foi marcante o abraço dado pelo médico na criminosa, numa clara tentativa de humanizá-la, transformando-a numa vítima da sociedade.

O médico e a emissora haviam sido condenados a pagar R$ 150 mil para o autor.

A indenização havia sido fixada pela juíza Regina de Oliveira Marques. A magistrada considerou que a emissora “abusou do direito de informação” ao exibir a reportagem sem expor o crime pelo qual Suzy foi condenada. Drauzio Varella entrevistou a travesti para um quadro do Fantástico.

Porém, para o colegiado, ainda que se entenda a revolta do autor da ação, não houve na reportagem intenção velada de atingir a vítima do crime cometido pela entrevistada.

A votação foi unânime.

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camisetabandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Assine o JCO:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar