Desembargadores, mesmo com vultuosos salários, vendiam sentenças

Ler na área do assinante

A Polícia Federal realiza nesta quarta-feira (28) a Operação Cappuccino, cujo objetivo é detonar uma esquema de venda de sentenças por desembargadores do Tribunal de Justiça do Ceará.

Um desembargador e uma desembargadora da ativa são os principais alvos, Francisco Pedrosa Teixeira e Sergia Maria Mendonça Miranda.

O desembargador aposentado Valdsen da Silva Alves Pereira também está na mira da PF. Os três foram conduzidos coercitivamente para prestarem depoimentos. A PF também cumpriu mandados de busca e apreensão na casa dos três magistrados e nos gabinetes dos dois da ativa.

Além desses magistrados, 14 advogados renomados no Ceará fazem parte do esquema.

Estão sendo cumpridos ao todo, 19 mandados de busca e apreensão e 24 mandados de conduções coercitivas por 110 policiais federais.

Um esquema infame que prejudicava a sociedade cearense e enriquecia o grupo criminoso.

da Redação

da Redação
Ler comentários e comentar